Edital de Criação da Logomarca da Semana do Bombeiro  - BG 080

Período de inscrição 04/05/2017 a 02/06/2017

Histórico

O primeiro serviço organizado de combate a incêndios no Amapá teve início em 1960 com a criação dos CVDIs (Corpos Voluntários de Defesa Contra Incêndios) pela ICOMI, instalando nos municípios de Santana e Serra do Navio. Este serviço, cujos voluntários foram treinados para combater incêndios e realizar salvamentos de vítimas de sinistros por Jean Pierre Klotz, da Vigilex-Alarme e Proteção Ltda.
          Os CVDIs possuíam caminhões e equipamentos de combate a incêndios modernos para a época e tinham como componentes, voluntários da própria ICOMI, que durante o dia ficavam entregues as suas atividades normais e em caso de sinistros eram acionados. A noite ficava um grupo de plantão para as possíveis eventualidades.

          Em 1967, por iniciativa do então Governador do Território Federal do Amapá, Ivanhoé Martins, no dia 08 de setembro foi solicitado ao Corpo de Bombeiros de Brasília a vinda do Major BM LOURIVAL BEMVENUTO SILVA, afim de que ele trabalhasse na elaboração de um “Plano destinado a formação de uma corporação de Soldados do Fogo”. Durante o mês de outubro daquele mesmo ano, várias medidas voltadas à implantação do serviço foram tomadas, entre elas um pedido ao Corpo de Bombeiros de Brasília, de materiais de combate a incêndios, como também a determinação ao prefeito de Macapá, que continuasse as obras do Quartel do Corpo de Bombeiros Municipal, na Av. Padre Júlio Maria Lombaerd, medidas estas destinadas a aparelhar convenientemente a Corporação que se estruturava.

          Em 21 de outubro, o Major BM LOURIVAL BEMVENUTO SILVA, entregou ao Governador do Território, um amplo relatório sobre as providências a serem tomadas para a implantação do serviço de combate a incêndios e como conseqüência inicial do estudo. Em 30 de outubro, o Governador o nomeou Comandante da Guarda Territorial, com a incumbência de organizar o novo Corpo de Bombeiros, concedendo a ele amplos poderes para agir. Na mesma data (30/10) foi encaminhada ao Ministério do interior, uma exposição de motivos, na qual o Governo do Território propôs a criação do Corpo de Bombeiros, especificando o efetivo da tropa, materiais a serem adquiridos e outras despesas a serem realizadas para a implantação do serviço.
          Em 17 de novembro de 1967, o Governador do Território, baixou ato criando o Corpo de Bombeiros Voluntários, determinando também a instalação de hidrantes na nova sede dos bombeiros que estava sendo construída.
          Ás 23:30 h do dia 24 de novembro de 1967, um grande incêndio destrói grande parte da zona comercial de Macapá, com a explosão de aproximadamente 40 barrís de pólvora, atingindo 22 pontos comerciais, causando grande comoção em toda a cidade.
          Após este incêndio, o Governo do Território assina convênio com a prefeitura, criando o GRUPAMENTO CONTRA INCÊNDIO – GRUCI, sob a coordenação técnica do Major Lourival Bemvenuto. Após rigorosa seleção, dos 32 funcionários municipais que já vinham desempenhando a atividade de combate a incêndios, 20 são selecionados para compor a nova corporação.
         historico03 Em julho de 1968 é inaugurado o prédio da Corporação, lhe dando assim nova identidade e endereço, efetivando assim a implantação do serviço de combate a incêndio no Amapá, onde hoje está a sede do Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Amapá.
          Com a criação da Polícia Militar do Amapá, em 1975, o GRUCI passou a ser subordinado diretamente ao Governo do Território do Amapá e comandado pela PM/AP, e os seus componentes passaram a compor o GI (GRUPAMENTO DE INCÊNDIO).
          O Governo do Território passou a adquirir viaturas e equipamentos para atender as necessidades da Capital e do Interior bem como aumentou o efetivo e passou a proporcionar cursos em outros Estados para melhor executar o serviço de Bombeiros.
          Com o decorrer de vários anos, sentiu-se a necessidade de criar o Corpo de Bombeiros Militar, devido o grande crescimento da Cidade. No ano de 1992 cria-se então o CBMAP, que se desvinculou da PM/AP, através da Lei n.º 025 de 09 de Julho de 1992, publicada no Diário Oficial n.º 380/92, tornando-se, através deste ato, uma instituição com autonomia funcional e administrativa subordinado ao Governo do Estado.

Nosso Endereço

 

O Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Amapá está localizado

no endereço abaixo.

Rua Hamilton Silva nº 1647 - Santa Rita | CEP: 68.900-068

Curta nosso Facebook

Entre em Contato

Use um dos meios abaixo para entrar em contato com o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Amapá, para telefones de outros setores consulte a lista clicando aqui.

(0xx96) 2101-2150 cbmap@cbm.ap.gov.br

Redes Sociais

Fique Conectado ao Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Amapá através de nossas Redes Sociais, interaja conosco e fique sempre informado sobre os nossos serviços .

 

Emergência Ligue 193

Para acionar o Corpo de Bombeiros Militar, ligue 193, ou ligue para o CIODES (190)

*Lembre-se, trote é crime, não tome esse tipo de atitude que pode deixar alguém que realmente precisa, esperando!

  alozinho carros

 

 

Emergência 193, clique aqui!